domingo, 10 de junho de 2012

Casamento às avessas...

Eles não se conheciam. Só se conheceram por uma conversa pelo celular que seu amigo teve com ela. E sem nunca tê-la visto foi logo se encaixando na conversa: “cabeção, pergunte-a se ela quer casar comigo!”... E ela terminou aceitando! No começo algumas fotos do (finado) orkut já o encantavam. Depois algumas conversas no msn. De repente eles já brincavam de se chamar "marido" e "esposa". Eles pararam de se falar por um tempo... Terminaram se separando... Aí ele passou a chamá-la de exposa (forma contraída de ex esposa). Logo depois acabaram com o divórcio e voltaram a ser marido e esposa, creio que pelo msn... E chegaram a conversar por webcan quando ele, novamente, invadiu a conversa do cabeção com ela. Parecia que o destino queria vê-los juntos.

Mais tarde, um cineminha marcado (para conversar sobre o casamento inusitado)... Um cineminha que nunca aconteceu! Ele deveria acontecer, pois haviam começado pelo “final feliz” das novelas... E deveriam começar tudo de novo, agora se conhecendo, namorando e noivando ANTES de casar! O pior era saber que ele planejara todos os passos de como roubaria ou pediria um beijo a ela durante o filme! Parece algo estranho, mas ele nunca havia beijado a sua esposa! Na primeira tentativa do encontro no cinema ela adoeceu, na segunda choveu forte e resolveram adiar novamente. Na terceira foi a vez dele adoecer! Depois não houve quarta, eles adiaram, mas sem data estabelecida. E foram se afastando... Parecia que o destino não queria vê-los juntos.

Muitos meses depois, casualmente, ele a viu sentada à algumas cadeiras dentro do mesmo ônibus que ele. Parecia que o destino não desistiria tão fácil deles dois! E mesmo meio na dúvida se era a sua "sumida esposa", foi lá na frente, perguntou seu nome, o qual, vejam só, ela confirmou. E delicadamente foi sentando ao seu lado e dizendo "com licença, sou seu marido e precisamos conversar". Depois de algumas gargalhadas dos mesmos e de alguns olhares das pessoas na cadeira da frente estranhando, eles puderam conversar neste primeiro encontro, dentro de um ônibus! Parecia que o destino queria vê-los juntos.

O tempo passou e eles novamente se afastaram (sem divórcio dessa vez). Depois o marido soube pelo orkut que sua esposa estava em um namoro sério. Então foi atrás dela novamente, como um instinto de amor que ele ainda não descobrira. E para sua surpresa era apenas uma brincadeira dela com outro amigo. E então decidiu marcar de ir na própria casa dela. E dessa vez deu certo, quase que não se despediam mais. Porém, se distanciaram novamente... E assim a história deve continuar... O destino quer vê-los juntos ou não?

8 comentários:

  1. Acontece na vida real...quando se perde,,,se corre atras,,,abraços de boa semana pra ti amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Eu não tenho a certeza , prefiro ficar na duvida
    do próximo reencontro, mas quem tem que querer são eles!!
    O destino já fez a sua parte, cabe agora a cada um
    lutar pelo outro e o que tiver que ser será:))

    Vou ficar atenta, para ver se ficam juntos ou não
    (sorrindo) Tudo de bom para você.


    Beijo:)

    ResponderExcluir
  3. Cara, isso é uma loucura high-tech, abraço!

    ResponderExcluir
  4. - Ou não.

    #Como diria Caetano Veloso...huaha

    ResponderExcluir
  5. Existem pessoas que se amam mas não dão certo como um casal, por mil e um motivos. Conheço várias!

    ResponderExcluir
  6. Ou talvez o destino queira ensina-los a ter paciência, muiiita, paciência!

    bjs

    ResponderExcluir